top of page
  • UNAS Heliópolis

O grito pelo fim da violência ecoa na 13º Caminhada pela Paz do Jd. São Saverio e região

Em mais uma edição a 13º Caminhada pela Paz no Jardim São Savério, Parque Bristol e bairros da região, aconteceu promovendo a cultura da paz, tomando as ruas em um contexto de luta por garantia de direitos mas sobretudo, debatendo e refletindo sobre as questões em torno do atual cenário que vivemos de violências e ataques nas instituições educacionais em todo o país e como os reflexos do terror e da desinformação que afetam os nossos territórios.

A concentração aconteceu às 13hs em frente a Escola Estadual Álvaro de Souza Lima (Rua Memorial de Aires, 478 - Jardim São Saverio) e o tema deste ano foi: Dignidade, emprego e proteção, menos violência sem arma na mão; Juntos discutimos a cultura de paz, por lugares seguros saudáveis e cheios de garantias de direitos, que toda criança, adolescente, adulto e idoso possam ter sua vida assegurada sem medo algum, com mais propagação do amor e menos violência.


A caminhada é muito significativa para todos, a cultura de paz precisa ser falada e exposta, chega de silenciamento, estamos a todo o tempo criando mecanismos enquanto instituição para quebrar os ciclos violentos que esses e outros territórios vivem, Elionete de Oliveira é psicóloga do projeto VANEN - Violência Aqui Não Entra Não disse que “visando hoje a comunidade em que nós estamos, sabemos que é de muita vulnerabilidade, então podemos trazer voz para essas pessoas, pois o estado tem o compromisso com elas, é muito importante semear o amor o afeto, determinação e um futuro melhor para nossas crianças e adolescentes, fazendo do nosso país um Brasil melhor”.

A região onde foi realizada essa caminhada é de muita vulnerabilidade, e não somente social, mas são bairros onde a violência infelizmente acaba ficando explícita, principalmente pelo estado, a caminhada trata do ponto alto de um trabalho contínuo realizado por escolas e projetos sócio educacionais da região. Crianças, adolescentes e jovens refletem sobre temas relacionados à cultura de paz, cidadania e o cotidiano da comunidade e com base nessa reflexão, criam as alegorias que são levadas às ruas no dia da caminhada. Mariana Batista Teodoro do Sasf Chico Mendes e moradora do Jardim Savério, nos contou que “A importância dessa caminhada é trazer o senso de coletividade, já que lá o pessoal mesmo já perdeu as esperanças e são diversas vezes maltratadas pelo serviços da região e pelo estado, escolas sucateadas já não garantindo benefícios para ninguém, nesse sentido a favela cria seu próprio escudo social e acaba não tendo o senso de coletividade, então a caminhada espelha nesse senso dentro da comunidade. Traz a cultura de paz tendo em vista que gritamos a garantia de nossos direitos e a partir do momento que temos igualdade social teremos paz”.

O evento é organizado pela UNAS anualmente, mas eventos como esse só simbolizam a ponta da luta, a ponta de uma lança ainda maior que precisa ser discutida e trabalhada diariamente, em 16 de Junho voltaremos a caminhar e discutir esses e outros temas emergentes nas nossas comunidades. Todas e todos estão convidados, vamos juntos caminhar pela Paz.


800 visualizações

1 comentário


Bruno Meloo
Bruno Meloo
28 de abr. de 2023

Vocês estão de parabéns, fico muito feliz de fazer parte como pai !!!!!

Curtir
Posts Recentes
Arquivo
bottom of page