top of page
  • Escrito por Wallace França | Editor Douglas Cavalcante

Ministros Silvio Almeida e Alexandre Padilha visitam projetos da UNAS em Heliópolis

Hoje dia 15 de março, a UNAS Heliópolis e Região teve a alegria de receber na Favela de Heliópolis dois Ministros de Estado, Silvio de Almeida do Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania e Alexandre Padilha da Secretaria das Relações Institucionais. A presidenta Antonia Cleide Alves recebeu os convidados na sede da UNAS apresentando projetos sociais e a história da organização. Logo após, a delegação visitou a Cozinha Comunitária Dilza Maria, onde são servidas 400 refeições para população. Os Ministros tiveram a oportunidade de distribuir as marmitas e também de conversar com a população e com os trabalhadores do projeto sobre a importância dessa alimentação e do fortalecimento de ações como essas no combate a fome e a insegurança alimentar. Depois desse importante momento de contato e diálogo com a população, os Ministros e os demais convidados almoçaram junto com os moradores.



Na sequência da programação, trabalhadores da UNAS, representantes dos movimentos populares da organização, representantes de diversos equipamentos e escolas do entorno, o Vereador Manoel Del Rio e a Deputada Estadual Bebel, tiveram um encontro com os Ministros para apresentar as demandas do território. Cleide deu as boas-vindas e destacou a história de Heliópolis e do surgimento da UNAS dentro do processo de luta popular, e como a participação do poder público nesse processo de transformação, estando próximo e dentro dos territórios periféricos, torna-se fundamental.


“A gente vê no dia a dia vocês defendendo em cada coisa que vocês falam, em cada encontro que vocês vão e nos sentimos fortalecidos enquanto organização e movimento popular. Essa organização nasce lá atrás e trago aqui essa essência de luta, onde nos juntamos para poder ter casa e enfrentar o despejo e hoje essa moçada está aqui, enfrentando outras lutas. É com muita alegria que a gente recebe os Ministros aqui na UNAS, pois essa visita é muito importante por que precisamos mostrar que lugar de ministro é no meio do povo.”



Com a apresentação institucional que destacou não apenas o histórico da UNAS, mas também a dimensão dos trabalhos realizados nos 60 projetos da organização, todos os presentes tiveram a chance de conhecer a missão, os valores e princípios que direcionam a UNAS dentro dos trabalhos realizados nos projetos e movimentos, e quais são os objetivos das atividades e metodologia dos trabalhos realizados para a construção do Bairro Educador.


Representando todos os Movimentos de Base (Mulheres, Moradia, Negro, LGBTI, Juventude, Saúde, Fé e Política e Cultura de Paz) da UNAS, Maria Antônia Fulgêncio apresenta e entrega em mãos, uma carta contendo um compilado de reinvindicações das demandas de Heliópolis e demais regiões onde a UNAS atua.



Um momento muito aguardado por todos, foi justamente a fala dos ministros, que estabelece e fortalece as relações entre o Governo Federal e a ações realizadas aqui no território. O Ministro Alexandre Padilha fez um resgate importante do histórico das politicas públicas voltadas para população em vulnerabilidade social e como as organizações são fundamentais a partir da experiência previa vivenciadas nos territórios para a formatação das políticas públicas.


“Hoje uma coisa que é muito simbólica é perceber que a experiência construída pela comunidade, virou uma política pública nacional que é o exemplo da Cozinha Solidária. Vocês montaram essa cozinha aqui na força, no suor e no desespero da pandemia. Mobilizando, se esforçando, buscando apoio, montando e desenhando o que iria ser, construindo da melhor forma possível, para depois ter ajuda e consegue financiar e equipar a cozinha, isso nos dá muita alegria. A luta de vocês fez uma lei. A experiência concreta de vocês nos ajuda aprimorar a política pública, vocês não são apenas um Bairro Educador, vocês educam também as políticas nacionais feitas lá em Brasília.”



Na última etapa do encontro, o Ministro dos Direitos Humanos e Cidadania, depois de receber a carta e conhecer um pouco mais da UNAS, ouviu da jovem Isabelly Silva de apenas 13 anos, como esse momento estava sendo importante para ela, representando tantos jovens que buscam por ações que transformem a sociedade em um lugar que a juventude possa ter voz, através de uma política e uma educação inclusiva. O Ministro dos Direitos Humanos ressaltou a alegria desse primeiro encontro como ministro na comunidade de Heliópolis, dialogando com o povo e reafirmando o seu compromisso com o povo.



“Quero dizer da minha alegria de fazer parte desse momento tão vibrante, tão importante. Espaços como esse renovam a nossa esperança em um mundo melhor e agradeço pelo convite que me foi feito e a oportunidade de estar ao lado de amigos queridos. São muitas reinvindicações e quero muito dialogar, conversar, para dar respostas organizadas, verdadeiras e efetivas. A busca de direitos humanos no país é difícil e recente. Precisamos olhar para aqueles que já fazem o trabalho dos direitos humanos que são as organizações sociais. Precisamos aprender com as pessoas, sabendo o que funciona e o que não funciona no território. Com muita alegria eu vi que vocês não estão caindo na armadilha de achar que a luta política, a luta pela melhora das condições de vida do povo, é uma luta que deve ignorar também a formação política ideológica. A gente tem que ter uma luta ideológica, isso é fundamental.”  




264 visualizações

Comments


Posts Recentes
Arquivo
bottom of page