UNAS lança websérie em comemoração ao mês do trabalhador

A websérie "Empreendedores de Quebrada" é composta por quatro episódios que contam a trajetória, como surgiram os negócios, quais principais desafios e como é empreender dentro da maior favela de São Paulo.

 

A websérie Empreendedores de Quebrada criada pela UNAS, narra a história de quatro pessoas que começam seus negócios como uma forma de "se virar", buscando geração de renda às suas famílias e tornam-se referências em seus seguimentos.


Composta por quatro episódios a websérie entrevista Jackeline, Adinelio, Dayse e Joycy que nos contam como surgiram seus negócios, quais são os principais desafios e como é empreender dentro da maior favela de São Paulo.


Assista agora aos episódios da websérie disponíveis em nosso canal do youtube:

 

Jackeline Soares, 35 anos começou a revender roupas de porta em porta e pela internet, em 2015 criou a loja Moça Fina, que realiza a venda de vestuário em Heliópolis, sendo uma das referências no seguimento.

"Quando eu comecei a trabalhar com roupa eu falei, quero muito fazer diferente, quero que a Moça Fina seja mais que uma loja. Eu quero fazer conexões com as pessoas. Você está participante de momentos dela, você está participando de histórias, não é um só vender roupa". ressalta Jackeline.

Adinelio Alves é morador de Heliópolis, após ser pai e ficar dois anos desempregado, ele ganhou uma maquininha de cabeleireiro de um vizinho e iniciou aí seu negócio no corredor de casa. 20 anos depois a Barbearia do Dinélio é um clássico na comunidade, decorado com as cores do Corinthians o salão fica no centro da maior favela de São Paulo.

"Pretendo evoluir meu salão, deixar um pouco melhor, não pode parar. Se a gente parar já era! Eu amo fazer o que faço, eu sou um barbeiro da quebrada", relata Adinelio.

Daisy Alves, 32 anos é moradora de Heliópolis e começou a empreender após ela e seu marido ficarem desempregados. É a partir daí que Dayse passa a fazer cones trufado e cria a D'Doces. Durante a pandemia ela investiu no delivery e viu seu negócio expandir. Atualmente a D´Doces emprega 15 pessoas e é uma referência na venda de doces dentro da maior favela de São Paulo.

"As pessoas de Heliópolis querem coisas boas, querem e merecem coisas de qualidade, É por isso que a D'Doces está aqui para servir as pessoas." ressalta Daisy.

Joycy Serrano, 34 anos é mãe de 4 filhos, após ficar desempregada procurou sua irmã e juntas se arriscaram em trabalhar na área da beleza, o que resultou na criação do Studio Serrano, uma referência em estética na maior favela de São Paulo. Como dica para as pessoas que têm vontade de ter seu negócio ou seguir um sonho. Joycy comenta.

"Faça o máximo possível para você dar o primeiro passo, pois você pode ter certeza que o segundo é mais curto e mais fácil."


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo