Dados apontam aumento de 182% da população em situação de rua na região de Heliópolis

A pesquisa censitária da população em situação de rua realizada pela Prefeitura de São Paulo aponta uma aumento de 31% dessa população na cidade. Nos bairros do Sacomã, Ipiranga e Cursino esse aumento chega à 182%.

O último censo da população em situação de rua, divulgado recentemente pela prefeitura de São Paulo, apontou um aumento de 31% dessa população nos últimos dois anos, período da pandemia da COVID-19.


Entretanto, esse aumento não é homogeneo na cidade e precisa ser analisado com maior detalhamento. Se considerarmos somente os distritos do Sacomã, Ipiranga e Cursino (região conhecida como Fundão do Ipiranga, onde se localiza a favela de Heliópolis) esse aumento é de 182%, em 2019 foram identificados 193 e em 2021 544 pessoas em situação de rua.


Os dados do censo foram analisados pela UNAS por meio do Observatório de Olho na Quebrada que demonstra que esse aumento é ainda maior quando consideramos a população não acolhida (em situação de calçada), correspondendo a um crescimento de 384% - se considerarmos aqueles que vivem nos baixos de viadutos, o aumento é de 807%. Também chama atenção o fato de ter disparado o número de moradias improvisadas, antes eram 22, agora são 279 (1168% de aumento).


Verificamos também uma alteração significativa no perfil dessa população, com um crescimento proporcional maior de mulheres (233%) e de famílias em situação de rua (181%)..

 

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo